quinta-feira, 12 de março de 2009

Depressão infantil e adolecente


Apesar de a mulher ter o dobro de chances de ser depressiva,a doença atinge indivíduos de ambos os sexos.
Em crianças e adolescentes ela pode ser mais severa,causando maiores complicações.
Existem diversas conseqüências negativas para o adolescente que sofre de depressão:
Transtornos do desenvolvimento,dificuldades de aprendizagem,falta de apetite e de ânimo,oscilações no humor,baixa autoestima e grande risco de uso de substâncias químicas são exemplos do que pode acontecer.

Importante:

O diagnóstico precoce e o tratamento adequado permitem o alívio dos sintomas e a melhora significativa da qualidade de vida do indivíduo.
Quando pais e educadores perceberem o quadro depressivo,é importante que busquem,de início,os fatores que tornam a vida da criança fora do normal nos ambientes familiar e escolar.
A depressão pode estar relacionada à falta de conversa com os pais.
Aconselha-se,principalmente que se tente saber as causas do problema no diálogo.
O tratamento médico pode ser psicoterápico,combinado com a utilização de medicamentos antidepressivos.

1 comentários:

Ph! disse...

Nossa eu acho que já tive inicio de depressão!

Nossos Visitantes