sexta-feira, 8 de outubro de 2010

O mal da justiça brasileira


O advogado contratado pela Universidade Bandeirante de São Paulo (Uniban) para defender a instituição no caso Geisy Arruda Vicente Cascione,afirmou,segundo matérias na internet,que vai entrar com recurso contra decisão judicial favorável à ex-aluna de Turismo.
O juiz da 9ª Vara Cível de São Bernardo do Campo condenou a Uniban a pagar R$ 40 mil de indenização a Geisy por ‘'danos morais''.
Aqui no Brasil acontecem coisas que sinceramente eu não consigo entender.
A mulher aparece semi-nua na faculdade,arma o maior barraco se passando por vitima e de repente um advogado espertalhão, sem dúvida mais um aproveitador, resolve processar a escola porque a sua cliente, sem noção de decência, se diz molestada moral e psicologicamente.
Tenham paciência,é uma das maiores demonstrações de cara de pau dos últimos tempos.
É a primeira vez que vejo uma instituição ser processada por alguém que causou o incidente e só lucrou com ele.
Conheço gente com ações judiciais muito mais importantes que essa aí que estão esperando a mais de 3, 4 anos e até agora nada de julgamento,enquanto isso futilidades como esta correm rápido.
Tem tanta gente que sofre constrangimentos piores do que o que ela alega ter sofrido e recebem (quando recebem)pouco mais de 6 salários minimos e fica por isto mesmo.

Aliás, se ela estivesse se sentido tão ofendida, não estaria tão exposta, escrevendo biografia (Vestida para causar)fazendo parte de programas na tv e abrindo uma grife (Rosa Divino).
Se a justiça não desse ganho de causa para este tipo de gente, com certeza, várias ‘'Marias chuteiras'' e aproveitadoras sumiriam do mapa.
Oportunistas!!!

0 comentários:

Nossos Visitantes