sábado, 28 de março de 2009

Minha vontade


Quando a minha hora chegar,não se preocupe em introduzir vida artificial em meu corpo através de uma máquina.

Ao invés disto,entregue os meus olhos a um homem que nunca viu o nascer do sol,o rosto de uma criança ou o amor nos olhos de uma mulher.

Dê meu coração a uma pessoa a quem seu coração não causou outra coisa,senão intermináveis dias de dor.

Dê meus rins à alguém que depende de uma máquina para viver de semana em semana.

Tire meu sangue,meus ossos,cada músculo e nervo do meu corpo e encontre uma forma de fazer uma criança com deficiência andar.

Explore cada parte de meu cérebro,tire minhas células se necessário e deixe-as crescer até que um dia um garoto mudo possa gritar quando seu time marcar um gol e uma garota surda possa ouvir o barulho da chuva através da janela.

Queime o que sobra de mim e espalhe as minhas cinzas ao vento para ajudar as flores crescerem.

Se você realmente quiser enterrar alguma coisa,que seja os meus defeitos,minhas fraquezas e todo o preconceito contra o meu próximo.

Dê meus pecados ao diabo.Dê minha alma a Deus.

Se você desejar lembrar de mim,faça-o com gesto de bondade ou palavras a alguém que precise de você.

Se você fizer tudo o que pedi,eu viverei para sempre.

1 comentários:

Marina Melow disse...

Nossa, muito tocante o texto. Pode-se refletir.


Eu postei essa imagem no meu blog. Em um post sobre Expandir Horizontes.


Beijos!

Nossos Visitantes